4 coisas para observar ao escolher uma Plataforma de E-commerce!

Investir em uma loja virtual, seja de um novo negócio ou migrando um negócio tradicional é uma estratégia excelente para dar aos produtos e serviços a maior visibilidade possível e a oportunidade de conquistar clientes dentro da maior base de consumidores em potencial que temos todos os dias.

E a principal etapa nesta implantação de um e-commerce é a escolha da plataforma que será usada. É uma escolha complexa, que depende de uma série de fatores para chegar a melhor plataforma para cada negócio.

Vamos falar um pouco sobre 4 coisas para observar ao escolher uma Plataforma de E-commerce.

Mas você sabe o que é uma Plataforma de E-commerce?

Uma plataforma de e-commerce é o sistema onde todo o negócio virtual estará representado. É onde os estoques, o caixa, o controle de vendas, a logística, a gestão e o planejamento estarão concentrados em uma solução digital de onde vamos administrar o negócio virtual.

Os estoques podem ser físicos (um e-commerce de roupas, por exemplo) ou digitais (um e-commerce de infoprodutos).

Qual a melhor Plataforma de E-commerce para um negócio?

Não há uma resposta pronta, ela vai depender de uma série de análises. Mas o principal fator é o momento do negócio.

Se você está começando uma pequena empresa de roupas de um nicho, talvez a plataforma de e-commerce seja demais e crie custos que o negócio não absorve e trave as rotinas que são poucas e não precisam ser tão estruturadas.

Porém, em algum momento as vendas e estoques podem crescer a ponto de existir uma organização maior para reduzir perdas, controlar melhor os resultados e margens e atender os clientes com um padrão maior de qualidade.

Para escolher a Plataforma de E-commerce 1: qual é o seu negócio?

Este primeiro aspecto é o principal da escolha: o produto ou serviço vai definir a estrutura e complexidade da sua plataforma. É preciso entender em detalhes o que os clientes esperam encontrar de informação sobre os seus produtos.

  • O produto define as informações que o cliente precisa receber – vender tênis exige informações totalmente diferentes de peças de bicicleta.
  • O perfil do cliente define a sofisticação da plataforma – telas, imagens e efeitos.
  • O nível socioeconômico do seu público define o sistema de pagamentos.
  • O perfil do cliente define as opções de entrega.

Quanto maior for o acerto destas definições, mais atraente será a sua plataforma para os clientes e mais eficiente para as vendas, entregas e controles.

Para escolher a Plataforma de E-commerce 2: frente e fundo de loja.

Em toda a plataforma de e-commerce, sua estrutura é dividida em dois ambientes com suas ferramentas próprias:

  • O Front-end: é onde está a interação do cliente com a loja, é a parte visível do negócio e onde acontece a pesquisa, escolha, separação e compra.
  • O Back-end: é onde o negócio é administrado – estoques, vendas, resultados e métricas.

A partir das definições do negócio, devemos avaliar as necessidades e complexidade de cada ambiente, com a integração entre os dois, resultando na solução de plataforma e o seu custo de desenvolvimento, entrega e suporte.

Para escolher a Plataforma de E-commerce 3: seu capital para investir.

Todas as definições anteriores são essenciais, mas chegamos no ponto crucial que é: quanto seu negócio pode investir.

Conforme o estágio atual, você pode decidir pelas funcionalidades que são indispensáveis (normalmente todas de front-end) e o que pode ser pensado a partir de determinados níveis de produção e faturamento.

Isto permite à plataforma se pagar com mais conforto e não demandar pessoal e tempo para rotinas e manutenções que ainda não são necessárias.

Para escolher a Plataforma de E-commerce 4: integração ao mobile.

Certamente, seu negócio vai demandar ser acessível através de celulares e smartphones. É a realidade, as pessoas acessam o e-commerce cada vez mais por estes aparelhos.

Neste ponto, é importante escolher a plataforma que tenha a melhor solução para o m-commerce (comércio eletrônico mobile), porém sem tornar o seu custo alto demais.

Outro ponto é a necessidade de aplicativo para os usuários acessarem seu negócio por um programa e não pela web, o que torna a experiência do usuário mais agradável.

Este recurso torna a solução total mais cara, porém melhor preparada para conquistar clientes.

 

Estas questões podem ajudar a definir a melhor plataforma de e-commerce para o seu negócio. Você também pode optar por soluções personalizadas de plataforma de e-commerce, como mostra a Multiweb.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *